sábado, 17 de junho de 2017

ALIMENTO DA ALMA



Alimento a minha alma
na nobreza que ela tem,
qual pirilampos buscando,

Sempre a caminho do bem.
Por esse risonho encanto,
eu procuro em todo canto
olho e não vejo ninguém!












Nenhum comentário: