quarta-feira, 3 de maio de 2017

POSTURA












A paz que queremos ver
Nas multidões coloridas,
Como fruto da igualdade,
Diversidades unidas
Em sublime convivência
E sendo esta consciência
Orgulho das nossas vidas.

E tanger do nosso meio
Preconceito e impostura,
Que geram perversidade
E achincalham a ternura,
Como um nó em nossa vida,
Faz uma tela florida
Ser a mais tosca pintura.

Só quem prossegue em caminhos
Que a democracia traça,
Com respeito às diferenças
De gênero, credo e de raça,
Não será mais mero ouvinte
Da Carta Constituinte,
Quando relida na praça!


PedrO MonteirO

Nenhum comentário: