quarta-feira, 14 de junho de 2017

SÃO PAULO EM CORDEL















Uma publicação da Editora IMEPH, com apresentação do poeta Rouxinol do Rinaré. Um coletivo de treze poetas compõe esta obra, sobre quatorze pontos históricos da nossa São Paulo, terras de Piratininga. 


Da antiga Piratininga,
De épocas já bem distantes,
Nasceu a nossa São Paulo,
Cidade dos bandeirantes,
De cultura heterogênea
Formada por imigrantes.

Estes versos de cordel
Servirão como memória.
Registrando os patrimônios,
Sua exuberante glória
viva em cada monumento,
Como um pedaço da história.

Mostraremos os lugares,
A tradição que perdura,
Suas atrações turísticas,
Sua bela arquitetura,
Os museus, prédios históricos
E a sua vasta cultura.

A minha participação foi sobre o SAMBÓDROMO - Polo Esportivo e Cultural Grande Otelo.

Veja algumas estrofes:

O Sambódromo de São Paulo,
Espaço de diversão.
Mês de maio, ano noventa,
Principia a construção.
E no Carnaval seguinte
Entregue à população.

A obra, para os sambistas,
Causou brilho na retina,
Pois era reivindicada
Junta a prefeita Erundina,
Mas só após breve estudo,
Ela acata e determina.

Oscar Niemeyer compôs,
À luz da sabedoria,
Num desenho arquitetônico,
Exprimindo galhardia,
Um palco carnavalesco
Cheio de encanto e poesia!

(...)

O Sambódromo tem um rosto
Sublime, monumental,
Valioso patrimônio
Artístico e cultural,
Além de representar
Um belo cartão postal.




Contatos com o autor:
(11) 99135-1919 - tim







Nenhum comentário: